Saltar para o conteúdo

A Airbus aposta no hidrogénio para apresentar aviões de 0 emissões

04.12.2020 • 10:59
0

O fabricante de aviões europeu estabeleceu a meta de cinco anos para desenvolver um avião que não polua o céu.

Existem muitos obstáculos no caminho para o desenvolvimento do primeiro avião movido a hidrogénio com emissões zero. É complicado armazenar e usar com segurança o combustível altamente inflamável. Não existem aeroportos equipados para reabastecer aviões com hidrogénio. O custo do hidrogénio por si só é exorbitante, a menos que queira evitar a emissão de gases de efeito estufa.

Ainda assim, em Setembro, a Airbus SE estabeleceu internamente a meta de cinco anos para desenvolver uma aeronave a hidrogénio economicamente viável. O maior fabricante de aviões do mundo tem o apoio dos principais accionistas – os governos francês, espanhol e alemão, que se comprometeram a neutralizar a pegada de carbono até 2050 – e biliões de euros em subsídios governamentais. Mesmo com estas ajudas, será uma tarefa hercúlea que exige reinventar a indústria de aviação.

Fonte: Bloomberg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *