Saltar para o conteúdo

Académicos contestam decisão do Governo britânico

10.07.2020 • 15:39
0

De acordo com um estudo publicado pelos investigadores da Escola Nacional de Saúde Pública,Vasco Ricoca Peixoto e o Professor Alexandre Abrantes, a decisão do Reino Unido de excluir Portugal dos corredores aéreos carece de fundamento científico, assentando numa leitura errónea da localização dos casos, do número de óbitos, da testagem e das entradas hospitalares, entre outros factores de relevo.

O jornal britânico The Telegraph deu eco do estudo científico, conforme poderá verificar neste artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.