Saltar para o conteúdo

União Europeia na luta contra o coronavírus

19.06.2020 • 10:43
0

O consórcio financiado pela União Europeia Exscalate4CoV anunciou que o raloxifeno poderá ser um tratamento eficaz para o tratamento de doentes com COVID-19 que apresentem sintomas moderados de infecção. O consórcio utiliza uma das plataformas de supercomputação mais potentes do mundo para verificar o eventual impacto de moléculas conhecidas na estrutura genómica do coronavírus. 

O consórcio já testou virtualmente 400 000 moléculas com recurso aos seus supercomputadores. Foram pré-selecionadas 7 000 moléculas para ensaios in vitro. O raloxifeno surgiu como uma molécula promissora: de acordo com o projeto, o raloxifeno poderá ser eficaz no bloqueio da replicação do vírus nas células, podendo assim travar a progressão da doença. Os investigadores indicaram que as suas vantagens incluem a elevada tolerância nos doentes, a segurança e o perfil toxicológico conhecido.

A próxima etapa será analisar com a Agência Europeia de Medicamentos a forma como avançar para os ensaios clínicos que avaliarão a nova utilização potencial do raloxifeno. Se forem bem sucedidos, o medicamento poderá ser rapidamente disponibilizado em volumes elevados e a baixo custo.

Leia o comunicado oficial da Comissão Europeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.