Saltar para o conteúdo

Percursos e a sustentabilidade territorial

06.05.2020 • 10:16
2

A edição de hoje é uma janela virada para o futuro. Damos exemplos inspiradores de cidades que estão a pôr em marcha uma verdadeira “revolução verde”. Mostramos modelos , instrumentos e guias de sustentabilidade ambiental que poderão servir de base à redefinição dos centros urbanos no pós-pandemia. Quais as lições e ilações a retirar desta fase em que o mundo ficou em suspenso?

Mas os bons exemplos começam dentro de portas. A empresa de animação turística Portugal A2Z lança o mote de reflexão. No texto da autoria de Manuel Franco, “Percursos e a sustentabilidade territorial”, percebemos como o turismo de natureza é um agente crucial de sustentabilidade ambiental. No entanto, são inúmeros os desafios que se lhe colocam. Um artigo obrigatório. Com vista para um futuro mais verde.

Leia aqui o artigo “Percursos e a sustentabilidade territorial” da autoria de Manuel Franco da Portugal A2Z – Walking & Biking.

2 comentários a “Percursos e a sustentabilidade territorial”

  1. Bom dia

    Parabéns e obrigado pela publicação e divulgação de uma info tão relevante para quem utiliza os percursos sinalizados para o turismo. Existe contudo um erro na marca indicada. Está como Portugal A2Z – Walking & Cycling e é Portugal A2Z Walking & Biking.

    Cumps
    Luis Coelho

Responder a Luis Coelho Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.